Atrasos de voos recuam para o menor índice desde setembro: 12,7%




Brasília, 5 de março de 2010
– Em fevereiro, todas as cinco maiores companhias aéreas brasileiras melhoraram a pontualidade e o mês registrou 12,7% de atrasos, queda de 5,1 pontos percentuais em relação ao mês de janeiro (17,8%). Foi também o menor índice de atrasos nos voos desde setembro de 2009, quando o percentual foi de 10,2%. O indicador considera as decolagens com mais de 30 minutos além do horário previsto, de voos domésticos e internacionais, de todas as companhias nacionais e estrangeiras, partindo dos 67 aeroportos administrados pela Infraero.
Em fevereiro de 2009, os atrasos haviam sido de 8,6%, mas a elevação do índice neste ano deve-se principalmente às fortes chuvas. Por exemplo, o Aeroporto de Congonhas, um dos mais movimentados do País, teve de ser fechado por alguns momentos quase todos os dias de fevereiro. Na página da ANAC na Internet é possível visualizar o histórico de atrasos de voos desde maio de 2007, quando os dados começaram a ser apurados (www.anac.gov.br/atrasovoo).

A empresa nacional com melhor pontualidade no mês passado foi a OceanAir, com 5,0% das decolagens além de 30 minutos do horário previsto. Em seguida, ficaram a Azul (5,2%), a Webjet (10,8%) e a Gol/Varig (12,4%). A TAM melhorou significativamente seu desempenho e reduziu o índice de atrasos de 23,9% em janeiro para 14,6% em fevereiro.

Dentre as companhias aéreas de menor porte, a Trip/Total teve 11,5% de atrasos (16,4% em janeiro), seguida pela Passaredo (13,8%, queda expressiva ante 24,5% registrados em janeiro). A Pantanal ficou praticamente estável, passando de 21,9% de atrasos em janeiro para 22,0% em fevereiro.

Nos voos internacionais, entre as empresas com mais de 100 decolagens por mês no País, a melhor pontualidade foi da Lufthansa (4,4% de atrasos), seguida pela Copa (7,5%) e United Airlines (7,7%). Na outra ponta, as mais atrasadas foram a TAM Mercosur (46,5%), TAM (31,1%) e Aerolíneas Argentinas (24,8%). Assim como em janeiro, nevascas na Europa e América do Norte na primeira quinzena de fevereiro impactaram os índices de atrasos das empresas que voam para aqueles continentes.

Com menos de 100 voos partindo do Brasil, os atrasos mais significativos foram da Livingston (84,2%), Air Italy (70%) e a Surinam Airways (40%). Já as mais pontuais foram Korean Air e Avianca, que não tiveram nenhuma decolagem além de 30 minutos do previsto, seguidas pela Aerosur (3,2%).

Fonte: Infraero

Fonte: ANAC



Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s