.


.

Aviation News Releases ® – Latest Headlines

.

English (ANR Global) and Portuguese (ANR Brasil) Editions in Alternate Days

Edições em Inglês (ANR Global) e Português (ANR Brasil) em Dias Alternados

.

Aviação Notícias – Thursday, December 17, 2009

Click here for more news / Clique aqui para mais notícias
Get free e-mail news / Receba nossas notícias por e-mail



Embraer vende jato Phenom 100 para Universidade Purdue, dos Estados Unidos

Click here for more news / Clique aqui para mais notícias
Get free e-mail news / Receba nossas notícias por e-mail

Primeiro programa universitário de treinamento de pilotos com jatos no mundo operará o melhor avião da categoria

São José dos Campos, 15 dezembro de 2009 – A Embraer está satisfeita em anunciar que a Universidade Purdue, em West Lafayette, no Estado de Indiana, nos Estados Unidos, comprou um jato Phenom 100 como parte do programa de substituição da frota do Departamento de Tecnologia de Aviação. O jato foi escolhido após um extenso processo de seleção e avaliação.

“A aquisição do Phenom 100 pela Universidade Purdue é uma confirmação sobre a facilidade de
operação, desempenho, confiabilidade e valor excepcionais da aeronave”, disse Ernest Edwards,
Diretor de Marketing e Vendas para os EUA, Canadá, México e Caribe – Aviação Executiva.

A atual frota do Departamento de Tecnologia de
Aviação tem mais de 10 anos de idade e é esperado
que seja substituída em meados de 2010. A parceria
entre a Purdue e a Embraer, por meio da aquisição do
jato da categoria entry level Phenom 100, permitirá
aos estudantes a distinção de receber habilitação para
jatos da Federal Aviation Administration (FAA),
autoridade aeronáutica dos Estados Unidos, que
nenhum outro programa oferece.

“Esta nova oportunidade permitirá à Purdue manter a posição do mais alto nível de
proeminência na comunidade de educação para a aviação no mundo”, disse Dr. Brent D.
Bowen, Professor e Coordenador do Departamento de Tecnologia de Aviação da
Universidade Purdue. “Os já competitivos padrões do processo de seleção da Purdue
melhorarão com a inclusão do Phenom 100 no departamento de tecnologia de aviação.”

A frota de aeronaves selecionadas compartilhará sistemas aviônicos avançados, o que permitirá aos estudantes progredir mais naturalmente dos aviões de treinamento para os jatos. Os aviônicos do Phenom 100 oferecem operação altamente intuitiva, pelo fato de terem sido projetos por pilotos para pilotos. O alto nível de integração entre os aviônicos e todos os outros sistemas da aeronave garante que as informações estejam sempre disponíveis de forma precisa e atualizada.

A certificação do Phenom 100 para um único piloto também permitirá que o jato entry
level da Purdue seja usado para viagens de negócio, com estudantes co-pilotando estes
vôos sob a orientação de piloto instrutor que estará no comando, aumentando assim a
experiência educacional.

Sobre a Universidade Purdue

O Campus localizado em West Lafayette, no Estado de Indiana, nos Estados Unidos, é a
Universidade principal entre os seis campi do sistema da Universidade Purdue. A Purdue foi
fundada em maio de 1869, a partir da cessão de um terreno para a Assembléia Geral de Indiana,
beneficiada pelo Morril Act, com a doação de terra e de dinheiro pelo empresário John Purdue, de Lafayette, para estabelecer uma universidade de ciência, tecnologia e agricultura com seu nome.

As primeiras aulas foram realizadas em 16 de setembro de 1874, com três edifícios, seis
instrutores e 39 estudantes. Hoje, a Purdue tem o segundo maior número de inscrições de
qualquer outra universidade em Indiana, e tem uma das maiores populações de estudantes
internacionais comparada a outras universidades públicas nos Estados Unidos. O Parque do
Descobrimento e o Parque de Pesquisa da Universidade Purdue concentram centenas de
laboratórios e empresas de medicina, biotecnologia e nanotecnologia. A Purdue foi a primeira
universidade no mundo a ter e oferecer um programa aeronáutico.

A Purdue oferece programas tanto de graduação como de pós-graduação em mais de 200 cursos.

A universidade tem tido influência na história da aviação dos Estados Unidos, estabelecendo o
primeiro crédito oferecido em treinamento de vôo, o primeiro nível de licenciatura de quatro anos na aviação, e o primeiro aeroporto universitário (Purdue University Airport). Na metade do século 20, a Purdue expandiu o programa de aviação para abranger avançadas tecnologias aeroespaciais, o que fez surgir o apelido da Purdue: o berço dos astronautas. Vinte e dois formandos da Purdue são astronautas, incluindo Gus Grissom (um dos astronautas originais da Mercury 7), Neil Armstrong (a primeira pessoa a andar na lua), e Eugene Cernan (o homem que andou na lua mais recentemente).

Fonte: EMBRAER



Infraero conclui melhorias na área de inspeção do embarque internacional de Guarulhos

Click here for more news / Clique aqui para mais notícias
Get free e-mail news / Receba nossas notícias por e-mail

A Infraero concluiu as obras de melhoria nos setores de inspeção dos dois terminais de embarque internacional do Aeroporto Internacional de São Paulo/Guarulhos. Num período de 15 dias foram remanejados layouts e equipamentos, bem como a readequação de divisórias e espaços, para melhorar e agilizar o atendimento da Polícia Federal, que passará a ter mais seis balcões, totalizando 28

As modificações no aeroporto são decorrentes de entendimentos entre a Infraero, a Polícia Federal e a Agência Nacional de Aviação Civil (Anac), para proporcionar melhorias nos principais aeroportos do País e garantir conforto e tranquilidade aos passageiros durante a alta temporada, que vai até o dia 15 de janeiro de 2010.

O Aeroporto de Guarulhos é o mais movimentado complexo aeroportuário da rede Infraero e recebe cerca de 58 mil passageiros por dia, além de 570 operações de pouso e decolagem. O terminal ainda conta com 45 empresas aéreas nacionais e estrangeiras, que interligam o Brasil a 26 países e 144 cidades nacionais e estrangeiras.

Fonte: INFRAERO



Congonhas recebe licença ambiental de operação

Click here for more news / Clique aqui para mais notícias
Get free e-mail news / Receba nossas notícias por e-mail

No dia 3 de dezembro, a Infraero recebeu do departamento de Controle da Qualidade Ambiental da Secretaria Municipal do Verde e Meio Ambiente (SVMA), a Licença Ambiental de Operação (LAO) do aeroporto, datada de 1º de dezembro de 2009.

A licença foi concedida após a entrega do Estudo de Impacto Ambiental e o Relatório de Impacto Ambiental (EIA – RIMA), em dezembro de 2008, e após a realização de duas audiências públicas e vistorias no aeroporto, por técnicos da SVMA.

No dia 19 de novembro, representantes da Infraero acompanharam a discussão e votação realizadas pelos membros do Conselho Municipal de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável – Cades, quando 100 condicionantes a serem cumpridas foram anexadas junto à emissão da Licença Ambiental de Operação (LAO) do aeroporto.

Neste momento, a equipe técnica da Infraero estuda e analisa cada uma das exigências da SVMA, para o cumprimento dos itens constantes.

Dentre as exigências estipuladas pela LAO, suscitam discussões sobre:

· Estudo de ruído, inclusive aqueles gerados nos corredores de circulação de helicópteros com origem/destino a Congonhas;

· Monitoramento das emissões atmosféricas do aeródromo e sua interferência na saúde da população residente nos arredores de Congonhas;

· Redução do horário de funcionamento do aeroporto;

· Estudo quanto à possibilidade de alteração de rota de aeronaves com origem/destino ao Aeroporto de Guarulhos que passam sobre a região.

Cabe ressaltar, entretanto, que a Infraero é responsável pela infraestrutura de aeroportos e não tem autoridade sobre as atividades do controle do espaço aéreo ou restrições da malha aérea. Parte das exigências depende de decisão e ação dos órgãos do setor aéreo (Decea e Anac) e serão feitas dentro dos critérios legais e, no momento oportuno, amplamente divulgadas.

O relatório tem ainda como foco a fauna e vegetação locais, e nele também são evidenciadas emissão de alvarás e certidão das edificações do aeroporto.

A Infraero, após análise do estudo e do relatório, e sendo uma empresa social e ambientalmente responsável, cumprirá todas as condicionantes que são de sua responsabilidade.

Fonte: INFRAERO



Infraero assina Acordo de Cooperação para ampliação do sítio aeroportuário de Campo Grande

Click here for more news / Clique aqui para mais notícias
Get free e-mail news / Receba nossas notícias por e-mail

O presidente da Infraero, Murilo Marques Barboza, assinou, nesta quarta-feira (16/12), em Campo Grande (MS) o Acordo de Cooperação para ampliação do sítio aeroportuário da capital sul-mato-grossense. Também são signatários do Acordo os Comandos do Exército e da Aeronáutica, o Governo do Estado do Mato Grosso do Sul e a Prefeitura de Campo Grande.

A cerimônia foi realizada no Centro de Convenções Rubens Gil de Camilo, com a presença do Comandante da Aeronáutica, Tenente Brigadeiro do Ar Juniti Saito -que também representou o ministro da Defesa Nelson Jobim – o Comandante de Exército, General Enzo Martins Pereira, a diretora-presidente da Anac, Solange Vieira, o governador do Estado, André Puccinelli, o vice-prefeito Edil Albuquerque, entre outras autoridades, militares e civis, como deputados federais e representantes de entidades ligadas à indústria, comércio e turismo. Também estiveram presentes os superintendentes da Infraero, Abibe Ferreira, da Regional do Centro-Oeste, e Mário Ilto Rodrigues Moreira, do Aeroporto de Campo Grande.

Pelo Acordo, a atual área do aeroporto passará dos atuais 1,08 mil hectares para 2,41 mil hectares. O Estado deverá desapropriar e tornar de utilidade pública uma área de 1,33 mil hectares. Ao todo, deverão ser feitas 52 desapropriações. Cerca de R$ 20 milhões serão destinados pelo Estado para as ações de desapropriação. À Infraero caberá realizar os projetos básico e executivo do novo Terminal de Passageiros, das duas pistas e do Terminal de Cargas. Além disso, a estatal se responsabilizará pela alteração do Plano Diretor e posterior envio à Anac para análise. A expectativa é que, no máximo, em 36 meses os estudos estejam prontos e as obras licitadas.

“Felizmente encontramos uma parceria forte, um Estado de braços abertos e a compreensão dos Comandos do Exército e da Aeronáutica. Dessa forma, será possível ao Estado do Mato Grosso do Sul se inserir melhor no sistema aéreo nacional, fortalecer sua capacidade exportadora, gerando renda e riqueza para sua população, afirmou o presidente da Infraero, Murilo Barboza.

O governador André Puccinelli também agradeceu o apoio da Infraero. “É um momento histórico. Há mais de dez anos vislumbramos isso, tanto que todos nós, governos municipal e estadual,  esforçamos por preservar esta área que hoje se mostra de extrema importância para o modal de transporte do Estado.

Para o General Enzo, que falou em nome do ministro Jobim e do Comandante da Aeronáutica, desde o início o Exército compreendeu a importância da ampliação da área, já que teve que alterar o local de implantação do Batalhão por conta do Acordo. “Isso vai permitir que tenhamos um aeroporto à altura da grandeza deste Estado. Agradecemos muito o apoio do ministro Jobim e da Infraero pela colaboração”, destacou.

Melhorias
Antes da grande ampliação pela qual passará o Aeroporto de Campo Grande, a previsão é de que em 2010 e 2011 sejam realizadas melhorias no atual terminal de passageiros. As salas de embarque e desembarque serão duplicadas de tamanho e ganharão mais duas esteiras de bagagem. EAs salas serão reversíveis e poderão atender tanto a voos domésticos quanto internacionais. Brevemente será inaugurado o Terminal de Cargas que foi transferido para o antigo hangar da Vasp e teve sua estrutura ampliada em cerca de 30%. A Prefeitura também dará início à revitalização do acesso viário ao aeroporto em 2010.

Fonte: INFRAERO



Infraero apóia ações de enfrentamento ao tráfico de pessoas

Click here for more news / Clique aqui para mais notícias
Get free e-mail news / Receba nossas notícias por e-mail

O presidente da Infraero, Murilo Marques Barboza, assinou, nesta terça-feira (15/12), em Brasília, Acordo de Cooperação com o secretário Nacional de Justiça, Romeu Tuma Júnior, para viabilizar postos avançados de enfrentamento ao tráfico de seres humanos nos aeroportos administrados pela Infraero. Na cerimônia, outros acordos foram assinados também para extensão dos programas de combate ao tráfico de pessoas nos Estados do Ceará, Bahia e Pará, além das cidades de Guarulhos e Rio de Janeiro.

Murilo Marques disse que é uma honra participar de um projeto tão importante para o País, já que a Infraero é uma empresa pública que tem o papel de atender a população e integrar o Brasil. “Temos que parabenizar a atitude da Secretaria Nacional de Justiça e colocar nossos aeroportos à disposição para esta tarefa”, afirmou. O secretário de Justiça da Bahia, Nelson Pellegrino, destacou a importância da Infraero neste processo já que os aeroportos são a porta de saída do País. Segundo ele, o tráfico de seres humanos – com objetivos de exploração sexual, trabalho escravo e até tráfico de órgãos – movimenta até U$ 10 milhões por ano em todo mundo.

O secretário Nacional de Justiça destacou que é preciso o esforço de todos neste combate e a participação da Infraero é fundamental. “Não é possível imaginar o enfrentamento desta questão sem envolver a Infraero. O presidente Murilo é sensível e por isso vamos avançar para combater esta situação tão vergonhosa para o País”, destacou Romeu Tuma Júnior.

Fonte: INFRAERO