Gripen em exercícios multinacionais

Click here for more news / Clique aqui para mais notícias

gripen1

Forças Aéreas de dez países participaram da operação “Loyal Arrow”, sob a liderança da OTAN, com o objetivo de treinar métodos de reação rápida e capacidade de participação em esforços internacionais.

Com a participação de mais de 50 aeronaves, “Loyal Arrow”, que em português significa “Flecha Leal”, é o maior exercício aéreo realizado na Suécia, desde os tempos da Guerra Fria. O exercício aconteceu no norte da Suécia, no período de 8 a 16 de junho, em um cenário onde, segundo uma ordem da ONU, se estabelece um esforço para enfrentar uma crise internacional.

A principal base aérea da operação é a F 21, situada em Luleå, além das de Vidsel, Bodö e Örland, na Noruega, e Oulu, na Finlândia. O exercício incluiu também o porta-aviões britânico HMS Illustrious, no Golfo de Bothnia.

Prontidão para missões internacionais

Participaram também três divisões da Força Aérea da Suécia. Os Gripens suecos estão baseados em Luleå e Vidsel. Para a Unidade Expedicionária SE02 da Força Aérea Sueca, o exercício também representou a oportunidade de receber da ONU o certificado padrão de Nível 2. A partir de 1o de julho, a unidade ficará de prontidão por 10 dias, aguardando notificação.

Forças aéreas da Finlândia, Itália, Noruega, Polônia, Portugal, Reino Unido, Turquia, Alemanha e EUA fizeram parte do exercício, além da Suécia. Entre outras aeronaves participantes, estiveram o Harrier, Tornado, F-15E Eagle, F-16 Fighting Falcon, F-18 Hornet, KC-135 Stratotanker, E-3A AWACS.


Advertisements