Brasil – Família morta em queda de avião na BA será enterrada no cemitério do Morumbi, em SP

da Folha Online

A assessoria da Arsenal Investimentos –da qual o empresário Roger Wright, 56, era sócio– informou na noite deste sábado que os corpos dos integrantes da família do executivo serão enterrados no cemitério do Morumbi, na zona oeste de São Paulo, quando forem liberados pelo IML (Instituto Médico Legal) de Salvador, para onde foram levados para identificação.

Veja a lista com os nomes dos ocupantes do avião
Veja histórico de acidentes aéreos no Brasil

A queda do avião bimotor King Air B350, prefixo PR-MOZ, ocorrida nesta sexta-feira (22) entre os distritos de Trancoso e Arraial D’Ajuda, em Porto Seguro (BA), provocou 14 mortes –sendo que maioria das vítimas era da mesma família.

Allan Martins Antunes/Airliners.net
Avião bimotor King Air B350, prefixo PR-MOZ; 14 pessoas que estavam na aeronave morreram na tragédia, informou a Aeronáutica
Avião bimotor King Air B350, prefixo PR-MOZ; 14 pessoas que estavam na aeronave morreram na tragédia, informou a Aeronáutica

A lista com os nomes dos ocupantes da aeronave foi divulgada na noite deste sábado pela empresa.

Além de Wright, também morreram no acidente a mulher dele, Lucila Carvalho Lins; a filha do empresário, Verônica Luchsinger Wright Faro e o marido, Rodrigo de Mello Faro, além dos dois filhos do casal, Vitória Wright Faro e Gabriel Wright Faro; o filho do empresário, Felipe Luchsinger Wright, a mulher dele, Heloísa Alqueres Wright, e o filho do casal, Francisco Alqueres Wright.

A neta de Lucila também está entre os mortos, Nina Pinheiro– filha de Isabela Pinheiro, do primeiro casamento de Lucila–; além da tia-avó do empresário, Vera Lúcia Mércio.

Morreram também a babá Rosângela Pereira Barbosa, o piloto Jorge Lang Filho; e o copiloto Nelson Caminha Affonseca.

Como os corpos estão carbonizados, as vítimas só serão identificadas por meio de testes de DNA e pela análise das arcadas dentárias, informou o IML (Instituto Médico Legal) de Salvador –para onde os corpos foram levados.

As causas do acidente serão apuradas pelo Seripa (Serviço Regional de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos), que coletou hoje materiais dos destroços do avião para análise.

O IML informou que não é possível prever quanto tempo levará para que os corpos sejam identificados e liberados.

Joa Souza/Efe
Destroços da aeronave que caiu na Bahia nesta sexta-feira, provocando a morte de 14 pessoas, informou o IML
Destroços da aeronave que caiu na Bahia nesta sexta-feira, provocando a morte de 14 pessoas, informou o IML